quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Riachuelo/RN - 23 anos de história

Foi no início de 1866, com o início de um povoamento, numa rica fazenda de criação de gado e com muitas lavouras, de propriedade de Manoel Severiano de Macedo, que nasceu um povoado, no município de São Gonçalo do Amarante com o nome de Riachuelo em homenagem à famosa batalha naval a qual o fundador do povoado havia participado como combatente e voluntário da pátria.

Em 1898, o povoado começava a se consolidar, mais precisamente, com a construção da capela em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus, por iniciativa de Manoel Severiano de Macedo.

Foi através da produção do algodão, da criação de gado e da fabricação de queijo que Riachuelo começou a progredir. No ano de 1943, passou a pertencer a São Paulo do Potengi, desmembrando-se no dia 20 de dezembro de 1963, pela Lei n° 3.018. 

Com a conquista de sua emancipação política, Riachuelo passou a ser um novo município potiguar.

Riachuelo é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Norte, localizado na mesorregião do Agreste Potiguar. De acordo com o censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 2010, sua população é de 7 067 habitantes. Área territorial de 262 km².

A principal área rural da cidade é conhecida como "Cachoeira do Sapo", e ganhou destaque nacional, ao ser citada pelo humorista Rodrigo Vieira Emerenciano, como local de nascimento de sua principal personagem, o "Mução".

MAPA - Localização 
(Clique na imagem para melhor visualização)

Bandeira de Riachuelo

Recordar é viver
Ao fundo o antigo Centro Social onde hoje reformado funciona o Centro Pastoral.
Na foto: Professoras e alunos do extinto Projeto Casulo

Grupo de dança das alunas do Programa PETI em 2002 na festa de 39 anos 
de Emancipação Política de Riachuelo

O saudoso Ex-prefeito Luiz de Gonzaga Cavalcanti, 
um dos maiores líderes políticos da cidade. 
Ao lado sua filha Mara (criança) atual prefeita de Riachuelo.



Fotos aéreas da atual Riachuelo
Clique nas imagens para ampliar








Serra azul


vista do alto  da Serra da Formiga se avista a Serra Branca

Com suas belas paisagens, a Serra da Formiga em Riachuelo 
é o local perfeito para a prática de esportes de aventura



Igreja do Sagrado Coração de Jesus (antes)

Igreja do Sagrado Coração de Jesus (Hoje)

Nova UBS de Riachuelo (inauguração)

Praça Cândido Batista ás margens da BR 304
Ao fundo a Serra azul





PREFEITOS



Lista dos gestores que Administraram a cidade, desde 20 de dezembro de 1963.


O Primeiro Prefeito, nomeado: Cândido Batista Cavalcante (1964 a 1965);

O 1º Prefeito Constitucional: Amélio de Azevedo Cruz (1965 a 1969);

José Alves de Lima (1970 - 1972);

Amélio de Azevedo Cruz (1973 - 1976);

José Alves de Lima (1977 - 1979);

Manoel Lindolfo de Queiroz (02/02/1980 - 30/01/1983);

Luiz de Gonzaga Cavalcanti (1983 a 1989);

José de Anchieta Alves (1989 a 1992)

Luiz de Gonzaga Cavalcante (1993 a 1996)

José Marcílio Pessoa (1997 - 2000/ 2001-2004);

Paulo Bernardo de Andrade Junior (2005-2008;2009-2012)

Mara Lourdes Cavalcanti Machado (2013 -2016...).



Fonte: CAVALCANTE, José Cândido. História de Riachuelo: Sabença do Povo, Edição do Autor, Natal/RN: 2008).



VÍDEO

Homenagem ao município de Riachuelo/RN.
Um breve resumo de sua história em forma de paródia de autoria minha (Ricardo Bevenuto) e na voz de Diego Moura, artista da terra.



PARÓDIA da música Disparada do cantor Sérgio Reis.
Autor: Ricardo Bevenuto
Voz: Diego Moura

LETRA

Prepare o seu coração pra história que eu vou contar
Sou da mesorregião, sou da mesorregião do agreste potiguar
Foi através do algodão que economia eu fui gerar
E com o gado a criação, também com a produção de um queijo bom e famoso
Assim eu fui me fundar

De batalha eu já fui
E o meu nome assim surgiu
Batalha do Riachuelo
Homenagem que merece
De um homem que não se esquece
De Manoel Severiano 
O dono de uma fazenda que um dia origem me deu


Fazendeiro muito rico
De São Gonçalo do Amarante
Foi chegando alegremente
Nessas terras ficarei
Seguia como num sonho e o fazendeiro era um rei

O povoado foi crescendo
E a fama se espalhando
Muita gente foi chegando
O fazendeiro acolhendo
O fazendeiro acolhendo
Até que a fazenda cresceu

A capela construiu
Valente com a fé na frente
O dono de gado e gente
Deixou nessa terra a marca
Do coração de Jesus padroeiro dessa gente

Agora eu vou lhe falar 
Do que não pode faltar
Bela serra da formiga
E da bela Serra branca
A da Serra Azul tão linda
Os nossos cartões postais

De batalha eu já fui
Mas foi em 63 que o meu nome assim surgiu
E assim fui desmembrada
Finalmente emancipada
Eita terra abençoada
Eita terra abençoada
Riachuelo me tornei

E hoje estou comemorando
Já os meus 50 anos
Desses filhos vou cuidando
E raízes preservando
E assim vou caminhando
E assim eu vou e irei 

Riachuelo é meu lugar é minha terra querida
Riachuelo é meu lugar é minha terra querida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...