domingo, 13 de novembro de 2016

Senador Magno Malta propõe PEC de redução de salários dos três poderes por 20 anos.






O senador Magno Malta (PR-ES) na última terça-feira (8/11) surpreendeu a todos no senado federal com um discurso chocante que agradou a todos os brasileiros, mas que com certeza não foi nada agradável aos parlamentares desse país. Malta fez uma proposta que até então, nenhum outro membro dos três poderes havia feito antes oficialmente, e muito menos por economistas ou pelo presidente Michel Temer. Segundo ele, diante do momento que país enfrenta, que é de corte de gastos e redução de custos, propôs aos seus companheiros de Senado uma PEC de redução dos próprios salários, um teto por 20 anos. Seria a “PEC dos três Poderes” que limitará os salários e regalias de quem detém o poder no país, coisa que a população brasileira já cobrava anteriormente logo que a PEC 241 se tornou assunto do momento.

Ele afirmou que o momento é propício para isto, que se ocorra esta redução para ajudar no equilíbrio das contas públicas e fazer o país a voltar a retomar o caminho do desenvolvimento e do crescimento.

“Porque não reduzir o nosso salário por 20 anos? Para um senador, R$ 15 mil está bom demais, e acredito que também esteja bom demais para um deputado federal e para um ministro do supremo tribunal federal. Ninguém vai morrer de fome! É preciso que façamos um acordo verde e amarelo de quem ama essa pátria e esse chão”. Desabafou ele.

Malta defendeu seu pensamento afirmando que muitos cidadãos brasileiros convivem e sustentam suas famílias ganhando R$ 800 ou R$ 1200. E disse também que muitos que vivem nessa situação ainda tem que pagar aluguel. O senador reconhece o quão injusto isso é.

Magno Malta ainda expressou sua opinião a respeito da PEC 241 que limitará os gastos públicos. Segundo ele, a medida não prejudicará os mais pobres como dizem. Mas afirma, que o que prejudicará a população mais carente será a continuidade do que classificou como “desajuste das contas públicas” que resultou num impressionante saldo de 13 milhões de desempregados em todo o país, bem como também o aumento expressivo dos índices de inflação.

Ele também criticou o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowiski, que para ele “está forçando a barra” em defender um aumento para juízes na atual situação econômica do país.

Assista ao vídeo 
do discurso de Magno Malta



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...