sábado, 3 de setembro de 2016

Conheça 7 casais transexuais que geraram os próprios filhos.




Homem transexual engravida da namorada também trans no Equador. Um casal de ativistas LGBT do Equador, juntos desde 2013, está esperando seu primeiro filho. Diane Rodriguez, mulher trans de 33 anos e Fernando Machado, homem trans de 22 anos, anunciaram recentemente a gravidez.

“Hoje quero compartilhar com vocês a notícia que me fez transbordar de felicidade para sempre. ESTOU GRÁVIDO DE MINHA NAMORADA DIANE.  
Tenho um ventre maravilhoso, berço onde cresce nossa bênção, dia a dia. Sou o papai mais feliz que existe, e ela a melhor mamãe, a mulher mais bela. Amo minha família", escreveu Fernando ao publicar no Facebook uma imagem do ultrassom.

O casal acredita que esse é o primeiro caso de gravidez de um casal trans na América do Sul.   Diane disse em entrevista à mídia mexicana que esse era o desejo dos dois. “Não havia nenhum impedimento biológico nem legal, então decidimos ir em frente. Nós sabemos que temos esse direito, então decidimos adicionar mais uma pessoa a nossa família”.

Diane é uma das principais militantes LGBT do Equador, tanto que em 2013 se tornou a primeira pessoa transgênero a se candidatar ao Congresso equatoriano. Atualmente, ambos trabalham na ONG  Silueta X, que apoia a população LGBT.
Mas se você pensa que este é o único caso em que um casal de transexuais gerou seus próprios filhos, está enganado. Existe outros casais transgêneros que também tiveram seus próprios filhos. 


Assista ao vídeo 
e veja todos os casais.






  • Helena Freitas, mulher transgênero e Anderson Cunha, que assumiu sua identidade masculina estão juntos desde 2013 e também tiveram um bebê em 2015. De acordo com declarações da mãe, o atendimento no hospital foi normal, como qualquer outro nascimento e ela pôde assistir o parto do Gregório. No entanto, o casal brasileiro enfrentou dificuldades para efetuar o registro da criança, já que o funcionário do cartório não aceitou o documento com o nome social do casal e exigiu para a certidão de nascimento da criança o registro de nascimento dos seus pais, com os nomes utilizados anteriormente.
  • A transexual argentina Karen Bruselario, que nasceu homem, se casou com Alexis Taborda, que nasceu mulher e tiveram um filhinho juntos em 2013. O casal transexual se conheceu em uma manifestação realizada em apoio à lei de identidade de gênero. Apesar de ter modificado seu gênero, ambos conservaram os aparelhos reprodutores com os quais nasceram. Isso permitiu que Alexis gerasse em seu útero Génesis, o bebê que gestou com Karen.
  • O casal norte-americano Bianca e Nick Bowser é transexual. Juntos desde 2009, eles utilizaram suas características sexuais originais para gerar os próprios filhos e hoje têm dois meninos.
  • O norte-americano Thomas Beatie ficou conhecido mundialmente como o primeiro "homem grávido”. Ele interrompeu o tratamento hormonal que fazia para gerar três filhos: Susan, Jensen e Austin. Usou o esperma de um doador e o seu próprio óvulo.
  • Yuval Topper-Erez foi o primeiro transexual israelense a ficar grávido, ele deu à luz, pela primeira vez, em dezembro de 2011. Quase dois anos depois, Topper-Erez tornou-se notícia na mídia internacional por ter conseguido que o Ministério do Interior de Israel reconhecesse dois homens como pais biológicos. Yuval é casado com Matan e, atualmente, eles têm dois filhos.
  • Cai é um homem transexual que, apesar de tomar hormônios masculinos, engravidou de Emily, sua parceira e mulher, também transexual. Ele descobriu a gravidez quando já estava no sétimo mês de gestação e com oito quilos a mais. O fim da gravidez foi documentado pelo canal Discovery Home and Health e se transformou no programa “Pregnant and Transgender” (grávido e transgênero), que estreou quase dois anos após o nascimento do filho, Dante, em agosto de 2011











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...