terça-feira, 8 de outubro de 2013

Poema romântico de Lúcia de Fátima (O fujão)



O FUJÃO



O amor fugiu de mim,
como um passáro foge da gaiola,
voou, voou bem alto, bateu asas, foi embora.
E no meu peito a dor nasceu.
e logo, logo, em mim morreu a vontade de viver.
Não soube mais viver a vida,
não sei mais o que é viver,
se quem nasceu para me amar no infinito se perdeu.
Fiquei paralizada como se estivesse congelada,
não consegui dormir, não consegui descobrir o que realmente aconteceu.
Então nasceu um novo dia e tudo clareou,
se o amor quisesse amar não fugiria de outro amor.




AUTORA:  
LÚCIA DE FÁTIMA DA SILVA SOUZA ARAUJO
( Formada em Pedagogia - Riachuelo - RN)









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...