domingo, 28 de outubro de 2012

O MUNDO EM DECADÊNCIA




Sabemos que o ser humano foi criado por Deus, feito à sua imagem e semelhança. Mas na verdade o que podemos perceber é que a criatura se distancia a cada dia da semelhança entre ele e o seu criador, pois o homem da atualidade já não sabe mais o que é  amar ao próximo como a si mesmo. O homem moderno e contemporâneo é regido pela ambição, pela obsessão, pelo poder, por fama, por dinheiro, e por status elevado. Não existe mais o respeito às diferenças, e nem mesmo o respeito aos pais.  E a rara solidariedade existente muitas vezes é falsa e disfarçada.

O uso dos bons costumes de outrora já se foram, e hoje são substituídos por costumes banais. Seja na moda, na música, nas diversas ações humanas, a decadência é evidente. Assim como é evidente também a desvalorização da mulher apoiada por ela própria, (não generalizando é claro), sim, pois caso não apoiasse, revidaria em acompanhar certas tendências, sejam elas musicais, seja costumes ou modas.


 
E ainda há quem critique os homossexuais apenas por querer liberdade de serem eles mesmos e buscarem seus direitos em meio a uma sociedade já deteriorada por pessoas que se rotulam “normais”.

A música de antigamente que antes servia para passar mensagem de amor, de conscientização, de protestos pacíficos, serve hoje com efeito contrário evidenciando e estimulando a embriaguez, a traição, o desrespeito  a mulher, a posição de status financeiro elevado, porém com uso em farras, bebida, carros de luxo e promiscuidade.



Em relação à personalidade das pessoas da atualidade, muitas usam máscaras, para esconder o seu verdadeiro EU, que muitas vezes vem à tona somente depois de já ter prejudicado a muitos. O sentimento de inveja virou tendência. A falsidade entre as pessoas já é uma preocupação, pois muitas vezes inocentemente a confiança é depositada em alguém que não merece.

A vulgaridade, a promiscuidade, desonestidade, a corrupção e violência são estimuladas diariamente através da mídia mundial. O capitalismo enraizado já tomou conta e faz questão de gritar aos quatro cantos: Quem manda aqui sou eu! 



Por isso o mundo hoje vai de mal a pior. A destruição da natureza e do próprio mundo avança a cada dia. Como se já não bastasse tantos animais em extinção, querem também acabar com os últimos povos indígenas no Brasil.


Ora, não eram eles antes de tudo os donos das terras nesse país? Não foi o próprio homem branco que tomou suas terras? 






Ninguém se importa se daqui a alguns anos não existirão mais florestas, nem água no planeta, ou ar para respirar, pois estão preocupados com o hoje, com o agora, com seu próprio EU, com seu próprio luxo e bem estar.


Quem dera se pudéssemos voltar ao passado, há algumas décadas atrás onde por mais que não existissem as tantas tecnologias e facilidades do presente, existia pelo menos mais paz e sossego, mais calor humano, mais amizades verdadeiras, mais respeito, mais amor. Infelizmente assim é o mundo atual globalizado, tudo acontece diante dos nossos olhos e todos se adaptam, se acostumam e aceitam. 






E onde fica Deus nesta história? Deus  simplesmente é esquecido, lembrado somente em último caso. E diante das circunstâncias concretas ainda há quem critique quando alguém ousa em falar que o Apocalipse já começou.  Ah, já começou sim, o mundo já está acabando, mas o homem cego se envolve tanto com as novidades e nem se dá conta disso. 













TEXTO: Ricardo Bevenuto






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...